EPI para eletricista: Confira os itens padrões para se proteger!

EPI para eletricista: Confira os itens padrões para se proteger!

Você sabe quais os EPIs para eletricista?

De acordo com a Norma Regulamentadora 6, toda e qualquer atividade que ofereça riscos à saúde e à segurança do trabalhador deve ser executada com equipamentos de proteção individual (EPIs).

Entre tais atividades podemos destacar o trabalho com instalações elétricas, que torna indispensável os EPIs para eletricistas.

Durante o exercício de suas atividades laborais, esses profissionais ficam expostos a riscos como choques e arcos elétricos, bem como a quedas de alturas consideráveis.

Quer conhecer os equipamentos de proteção que protegem a saúde e a vida dos eletricistas? Então acompanhe o artigo a seguir.

Importância do uso de EPI para eletricidade

Trabalhar com eletricidade traz riscos constantes ao trabalhador. Não à toa, o uso dos equipamentos de proteção individual são obrigatórios e sim, podem salvar vidas em caso de acidentes.

Nós listamos abaixo quais são os principais riscos na rotina desses profissionais. Confira!

Queda de altura

A queda por altura é um grande risco, pois os eletricistas costumam realizar atividades suspensas. Ou seja, subir escadas, edificações tendem a ser uma necessidade na hora de fazer manutenções e reparos na rede elétrica.

Acidentes desse tipo podem ser muito graves e, até mesmo, fatais.

Risco elétrico

Um dos principais motivos para existir EPI para eletricista é o risco elétrico. Durante a execução de atividades, o corpo do profissional pode entrar em contato com a corrente elétrica.

Esse contato, caso o trabalhador não esteja fazendo uso dos equipamentos, pode ser leve ou letal, pois gera diversos efeitos ao corpo, como queimaduras e desmaios.

Eletrocussão

Este é o acidente elétrico de maior gravidade. A eletrocussão é o falecimento causado pela exposição a uma carga letal de eletricidade. Nestes casos a corrente elétrica atinge órgãos vitais vitais como o cérebro e o coração, causando o óbito.

Contato com umidade

As mudanças no clima durante a realização das tarefas que envolvem eletricidade podem representar perigo e exigem o uso de EPIs para eletricistas. Essa exposição pode causar danos para a saúde e comprometer o bem-estar do trabalhador.

Inalação de poeiras

Esse é outro fator externo preocupante e que pode prejudicar o empregado, afinal, a inalação constante de poeira pode causar inúmeros problemas às vias respiratórias com o tempo.

 

Quais são os EPIs para eletricistas?

epi para eletricista

A lista de EPIs para eletricistas pode variar, conforme a tarefa executada pelo profissional. No entanto, alguns equipamentos são comuns a todas as áreas e garantem um trabalho eficaz e seguro. Confira a seguir quais são.

Capacete de segurança

Ele protege a cabeça do profissional contra impactos e choques. Eles devem pertencer à classe B de produtos, serem equipados com carneiras e jugulares.

No entanto, na hora de comprar os capacetes, é importante verificar com a sua equipe quais os modelos e marcas que são mais confortáveis. Afinal, os capacetes são os EPIs mais associados aos eletricistas.

Luva Isolante de Borracha

Como o próprio nome indica, as luvas isolantes servem para proteger as mãos, o punho e o antebraço do profissional de choques  e queimaduras.

Elas devem ser feitas de borracha, que é um material isolante, e adequadas a cada tipo de tensão em que o eletricista irá trabalhar. Se a tensão for baixa, a luvas devem ser classe 1, se for alta classe 2.

 Luva de proteção tipo condutiva

Dentre os EPIs para eletricistas está a luva de proteção tipo condutiva. Ela se difere um pouco da luva isolante, sendo mais justa e oferecendo proteção para as mãos e punhos.

Elas devem ser usadas em manobras de circuitos e nos contatos energizados.

Luva de vaqueta

As luvas de vaqueta são EPIs para eletricistas bem populares. Elas servem para proteger contra os desgaste mecânicos das luvas de proteção condutiva e devem também ser usadas nos circuitos e contatos energizados.

Capa de proteção

A capa de proteção protege o corpo do eletricista. Embora ela pareça uma capa de chuva, ela possui um revestimento de borracha. Assim, ela atua como uma barreira isolante e protege o profissional de choques e eletrocussão.

Protetor facial para arco elétrico

Acoplável ao capacete de segurança, o protetor facial para arco elétrico é um tipo de visor fabricado em material plástico.

Conforme o próprio nome sugere, ele protege o profissional do arco elétrico e de partículas que possam se projetar contra o rosto dele.

Óculos de proteção

Temos ainda os óculos de proteção. Confeccionados em acrílico, eles protegem os olhos dos eletricistas do impacto causado por qualquer partícula.

Além de garantir o acesso aos EPIs para os eletricistas, é importante que as empresas também ofereçam capacitação para que os profissionais façam o uso correto dos mesmos.

O Instituto Santa Catarina oferece um curso completo de manuseio desses EPIs!
 

Mantenha as certificações em dia! Saiba mais sobre o curso de EPI que o Instituto Santa Catarina oferece!

 

Conclusão

Como você viu, os EPIs para eletricista são indispensáveis para garantir a segurança e bem-estar desses profissionais.

Eles podem, além de prevenir, impedir que os eventuais acidentes tomem proporções maiores e causem consequências graves. Dessa forma, é importante que tanto empresas quanto trabalhadores tenham ciência da importância do uso regular.