Blog

Sistema de Proteção Contra Quedas (SPC): Como funciona?

30/09/2021 - - Categoria: nr-35



Você sabe o que é o sistema de proteção contra quedas (SPQ)? Todo trabalhador tem direito a estar protegido contra riscos ocupacionais, sendo obrigação do empregador se adaptar para garantir isso.

As quedas figuram entre as principais razões por trás dos acidentes de trabalho. Além disso, também estão entre os acidentes com os maiores índices de vítimas fatais.

Por isso, o sistema de proteção contra quedas é fundamental no dia a dia do trabalhador. Quer saber mais a respeito? Continue conosco e leia o artigo na íntegra.
 

O que é a proteção contra quedas?
 

O sistema de proteção contra quedas são ações e equipamentos de uso coletivo e individual, utilizados para diminuir ou eliminar completamente riscos de acidentes ocupacionais. É, em geral, destinado às atividades realizadas em locais acima de dois metros do nível inferior. 

 

São diversas as atividades que necessitam da realização do trabalho em altura, indo desde a limpeza de janelas até a construção de arranha-céus. 

Logo, todas as operações precisam ser analisadas de perto por especialistas em segurança do trabalho. Dessa forma é possível fazer um planejamento específico a fim de garantir a segurança durante a realização do trabalho.

 

Entretanto, aquém das particularidades de cada tarefa, existem itens regulares para todo trabalho em altura, tanto para proteção coletiva quanto individual.

Os equipamentos devem ser usados de acordo com a necessidade e riscos de cada trabalho em altura.

 

Principais riscos para funcionários que atuam em alturas elevadas

principais riscos sistema de protecao contra quedas

Sem dúvidas, a maior preocupação em relação às quedas durante a realização do trabalho em altura são as mortes. Entretanto, existem diversos outros riscos que preocupam e não podem ser deixados de lado. 

Veja a seguir alguns exemplos de riscos que o sistema de proteção contra quedas visa evitar!
 

Suspensão inerte
 

A suspensão inerte também representa um grande risco para os trabalhadores que executam serviços em altura. 

Elas acontecem quando o colaborador antes ou depois de cair vem a perder a consciência.

A tendência é que se ele estiver com o sistema de proteção contra quedas em seu devido lugar, ficará a salvo. No entanto, também é preciso que o resgate seja feito de forma rápida e eficiente.

A suspensão inerte, ainda que por um período curto de tempo, pode causar problemas fisiológicos muito graves, em virtude da compressão das artérias. Esse tipo de queda por provocar problemas na circulação sanguínea e, inclusive, levar ao óbito.
 

Efeito pêndulo
 

É chamado de efeito pêndulo o ato de balançar para frente, para trás e para os lados, após a queda. Isso acontece quando o profissional sofre o declive após a queda.

Com o efeito pêndulo, além da queda, o colaborador pode se chocar contra uma parede, maquinário, encanamento, equipamentos ou um outro companheiro de trabalho.

Ou seja, não apenas a queda é preocupante, mas também todas as forças adicionais que podem de alguma forma ferir o trabalhador em altura. Por isso, é indispensável o uso correto do sistema de proteção contra quedas.
 

Insolação


Um trabalhador em altura fica exposto a vários tipos de intempéries climáticas, como a chuva, raios, ventos e granizo. Além disso, o sol também representa um risco para o bem-estar do colaborador.

Nos dias em que o sol está muito forte, existe um grande risco de insolação, problema que pode provocar desmaios e vertigens. Por isso, é necessário ficar atento sempre às condições climáticas.

Mas por que a insolação é tão preocupante? Também conhecida como hipertermia, pode causar disfunções no sistema nervoso central, náuseas e vômitos, fazendo com que o risco de queda aumente.
 

Mortes e traumas

De acordo com o Observatório de Saúde e Segurança no Trabalho, entre os anos de 2012 e 2020 foram notificados 5.589.837 casos de acidentes no trabalho. 

Durante o mesmo período, 20.467 dos acidentes notificados resultaram no óbito do colaborador.

Entre as lesões que mais acometem os trabalhadores estão:
numero de lesoes


Os municípios brasileiros com o maior número de acidentes no trabalho são:
 

1. São Paulo/SP 125.925

2. Rio de Janeiro/RJ 39.934

3. Manaus/AM 23.908

4. Salvador/BA 23.150

5. Brasília/DF 20.951

A construção civil figura na quinta posição entre os setores com maior número de notificações de acidentes no trabalho. O que reforça a necessidade do sistema de proteção contra quedas.
 

Importância do sistema de proteção contra quedas

Importancia do sistema de protecao contra quedas

Quando o assunto é segurança em altura todo cuidado é pouco. Os ambientes devem estar plenamente adaptados e preparados para que esse tipo de trabalho seja realizado sem riscos. 

Anualmente, cerca de 1,3 milhão de quedas acontecem em todo o mundo, segundo a Organização Internacional do Trabalho. Diante desses dados, iniciativas como o sistema de proteção contra quedas são indispensáveis.
 

Como funciona o Sistema de Proteção contra Quedas (SPQ)?
 

O Sistema de Proteção Contra Quedas é regido pela Norma Regulamentadora 35, cabendo ao empregador a responsabilidade de implementar integralmente as medidas de proteção.
 

O que a NR 35 diz sobre o SPQ?

Na NR 35 estão estabelecidas as medidas de proteção fundamentais para o trabalho em altura. Ela cobre todo o processo de planejamento, organização e realização das atividades.

A norma determina que:

  • é obrigatório o uso correto de EPIs;

  • uso correto de sistemas de ancoragem;

  • é obrigatório a existência de plano de ação em caso de emergência;

  • análise de riscos envolvidos;

  • inspeção de cordas e cabeamento;

  • análise do estado mental e físico do colaborador.

3 metodologias de proteção contra quedas

A fim de garantir a proteção contra as quedas, existem diversas metodologias que variam de acordo com a situação do trabalho.

Veja alguns exemplos!
 

Queda controlada


Nesta metodologia são adotados equipamentos e ações com efeito de contenção. Em outras palavras, o sistema de proteção contra quedas e todos os seus elementos são selecionados em conjunto com o planejamento do trabalho e os riscos que ele apresenta.

- Trabalho posicionado

O modelo tem como objetivo posicionar de forma correta o trabalhador, deixando-o com as mãos livres e boa mobilidade para executar o trabalho.

- Trabalho restrito

A metodologia faz com que o acesso do trabalhador a lugares perigosos seja restrito. Ou seja, controla a área em que as movimentações serão realizadas.
 

Existe capacitação para trabalho em altura?
 

A NR 35 estabelece que o empregador deve obrigatoriamente fornecer programas de capacitação para os colaboradores que executam trabalhos em altura.

 

Mantenha as certificações em dia! Saiba mais sobre o cursos que o Instituto Santa Catarina oferece! 

 

Conclusão

O Sistema de Proteção Contra Quedas é fundamental para a segurança no ambiente de trabalho, além de ser uma obrigação legal. Portanto, não perca tempo, atualize seus conhecimentos e faça a implementação.

 

Sistema de Proteção Contra Quedas (SPC): Como funciona?

Você sabe o que é o sistema de proteção contra quedas (SPQ)? Todo trabalhador tem direito a estar protegido contra riscos ocupacionais, sendo obrigação do empregador se adaptar para garantir isso. As quedas figuram entre as principais...

Plataforma de Trabalho Aéreo (PTA): dicas para evitar acidentes de trabalho em altura

Também conhecida como plataforma elevatória, a PTA (Plataforma de Trabalho Aéreo) é compreendida como todo o equipamento móvel composto por um cesto ou plataforma de trabalho que é erguido por uma haste metálica para alcançar um local...

O Que é CAT, Pra Que Serve e Como Prencher?

Você sabe o que é CAT? Em casos de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, é importante seguir certos procedimentos para assegurar a comunicação do ocorrido. É justamente neste processo que entra o formulário de Comunicação de...

Como Evitar Acidentes de Trabalho: 9 Dicas Fundamentais

Você quer descobrir como evitar acidentes de trabalho para promover um ambiente mais seguro aos colaboradores? Contar com algumas dicas úteis é de grande importância! Afinal, a prevenção é o melhor caminho para evitar situações que...

Quais os fatores de risco do Trabalho em Altura?

Vários são os fatores de risco do trabalho em altura. Eles devem ser analisados antes da execução da atividade, de forma a garantir a saúde e a segurança de todos os trabalhadores direta ou indiretamente envolvidos nela. Por isso, a NR 35...

Plataforma de Trabalho Aéreo: Quem pode operar?

A plataforma de trabalho aéreo é um equipamento que possibilita a realização de várias atividades da construção civil, de telecomunicações e de outros setores da economia que envolvem trabalho em altura.   Por oferecer riscos à...

Trabalho em Altura: como se adequar às normas de segurança?

De acordo com o Ministério do Trabalho, o trabalho em altura é responsável por 40% dos acidentes de trabalho no Brasil.  No entanto, muitos deles poderiam ser evitados, caso tivessem sido respeitadas as medidas de prevenção estabelecidas na NR...

NR 35 e o trabalho em altura: principais medidas de segurança para profissionais

De acordo com o Ministério do Trabalho, 40% dos acidentes de trabalho no Brasil estão relacionados a quedas em altura. O fato é que muitos deles poderiam ter sido evitados caso fossem cumpridas as medidas de proteção para o trabalho em altura...

EPIs para construção civil: descubra quais são os indispensáveis

De acordo com a ANAMT (Associação Nacional de Medicina do Trabalho), o setor de construção civil é o segundo do país em casos de morte por acidente de trabalho, ficando atrás somente do setor de transporte terrestre. Porém, essa realidade...

EPI: qual a importância de usar cinto de segurança?

Equipamentos de proteção individual são instrumentos indispensáveis em atividades que envolvem risco à saúde e à vida do trabalhador. No caso do trabalho em altura, o uso do cinto de segurança protege o profissional de quedas e do risco de...

Como avaliar condições de segurança em usinas eólicas

A segurança em usinas eólicas é um dos principais aspectos para o bom funcionamento deste serviço. Por trazer um método de fornecimento de energia, esses locais precisam cumprir com alguns requisitos específicos para que alcancem os resultados...

Como proceder em situações de perigo no Trabalho em Altura

O trabalho em altura não pode ocorrer sem a orientação da NR 35. Afinal, essa norma regulamentadora aponta os principais riscos e prevenções de acidentes para serviços acima de 2 metros do piso. A Norma Regulamentadora nº 35 A NR 35 é...

Quais são os perigos do Trabalho em Altura?

O Trabalho em Altura é considerado um dos mais perigosos de acordo com dados obtidos pelo Ministério do Trabalho. Ele é responsável por inúmeros acidentes ainda mais em ambientes onde não cuidam da segurança de maneira eficiente. Trabalho...

Como evitar acidentes com escadas no ambiente de trabalho

É considerado Trabalho em Altura todo aquele realizado 2 metros acima do nível do chão. De acordo com pesquisa recente a Construção Civil é responsável por grande parte dos acidentes envolvendo...

Como reduzir riscos no trabalho em altura?

O Trabalho em Altura é responsável por grande parte dos acidentes registrados anualmente de acordo com dados do Ministério do Trabalho. O risco é ainda maior quando trabalhadores não seguem o que é determinado pelas Normas Regulamentadoras. As...

Como prevenir acidentes no Trabalho em Altura?

De acordo com a NR 35 trabalho em altura é todo aquele realizado acima de 2 metros do nível inferior quando há risco de queda. Conforme dados do Ministério do Trabalho essa área é responsável por grande parte dos acidentes com vítimas no...

Quais os perigos do trabalho em altura

Trabalho em Altura é aquele realizado acima de 2 (dois) metros do nível inferior. De acordo com a OIT (Organização Internacional do Trabalho) o Brasil é um dos países onde mais ocorrem acidentes dessa...

Ministério do Trabalho realiza CANPAT até novembro

O MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) está realizando desde abril a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho (CANPAT). Ela tem por objetivo conscientizar trabalhadores e empresas quanto aos riscos do trabalho em altura como...

Porque acontecem acidentes no Trabalho em altura

O crescimento do mercado da construção civil nos últimos anos vem contribuindo para o aumento do número de acidentes no Trabalho em altura. Uma das ocorrências mais comuns é a queda o que leva a vítima ao afastamento de suas atividades,...

Dicas para realizar resgate em trabalho em altura

Um bom resgate não depende somente de socorrer bem a vítima, mas também de sair ileso de tal processo. É preciso que a vida do socorrista seja protegida também. Antes de mais nada, lembre-se de que no trabalho em...

Qual a influência da NR35 na saúde dos trabalhadores

A saúde dos trabalhadores depende muito do engajamento das empresas e dos colaboradores. De acordo com a NR35, cerca de 700 mil casos de acidentes de trabalho são registrados em média no Brasil todos os anos, sem contar os casos...

10 maneiras de se prevenir em acidentes de trabalho - NR35

Muito se sabe que a maioria dos acidentes de trabalho ocorrem por negligência, falha humana ou até mesmo falha material. Portanto, é de extrema importância que haja um planejamento e uma organização infalíveis dentro das empresas.   Hoje...

Trabalho em altura NR35 – Situações de emergência

A capacitação e treinamento da NR35 devem ser promovidos pelo empregador. É primordial que ele ofereça um programa para que os trabalhadores possam se capacitar para a realização do trabalho em altura. Muito se sabe que os riscos de...

Trabalho em altura NR35

O post de hoje tratará da NR35, analisaremos as principais causas de acidentes por quedas e comentaremos mais alguns detalhes pertinentes desta Norma. Para realizar o trabalho em altura é preciso que o profissional disponha de...

Análise de risco e condições impeditivas (NR35)

A NR35 apresenta requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, definindo assim, responsabilidades entre empregadores e empregados, bem como promovendo a total segurança dos trabalhadores envolvidos direta ou...

Qual a importância do treinamento no trabalho em altura?

Grande parte dos acidentes que ocorrem diariamente envolvem trabalho em altura. Essa atividade por si só é muito perigosa, no entanto se torna ainda mais quando os trabalhadores deixam de usar equipamentos de segurança,...

(NR 35) Trabalho em altura: riscos e prevenção de acidentes

A NR 35 tem como principal objetivo determinar as condições necessárias para realizar trabalho em altura de forma segura, evitando acidentes e contribuindo para a integridade e saúde dos funcionários. Grande parte dos acidentes poderiam...

Saiba por que a NR35 é tão importante

Não há um número específico que confirme a quantidade de acidentes de trabalho envolvendo quedas de trabalhadores de diferentes funções. Entretanto, sabe-se que as quedas de alturas são inúmeras, o que muitas vezes pode ser...

NR35 Medidas de segurança para trabalho em altura

Trabalho em altura é todo aquele realizado 2 metros acima do piso. Grande parte dos acidentes ocorrem devido a queda de materiais ou pessoas, o que causa lesões e até mortes. Entre os motivos mais comuns desses acidentes estão a ausência de...

NR 35 Trabalho em Altura: O que preciso saber?

Trabalho em altura é uma atividade que exige muita atenção e cuidado tanto por parte do empregado quanto empregador. O empregado porque precisa ter os conhecimentos adequados e a empresa porque precisa oferecer condições de segurança para...

Medidas de segurança para trabalho em altura

O que é considerado trabalho em altura?

Como funciona o curso NR35?

Quem pode ministrar o curso da norma regulamentadora NR35?

Quem deve fazer o curso de Supervisor de Trabalho em Altura

NR 35 - Riscos que Podem Ocorrer no Trabalho em Altura

O que é NR 35? A sua importância no mercado de trabalho

NR 35 - Hierarquia do trabalho em altura

NR 35 - Trabalho em Altura




Categorias

Nossos Cursos

Estados