Referência Nacional em
Segurança do Trabalho
Blog




Categorias

Nossos Cursos

Estados

NR-36 Aplicação no Abate e Processamento de Carnes e Derivados

27 / Jan - - Categoria: Segurança do Trabalho


NR 37 Instituto SC

A NR-36 tem por objetivo estabelecer os requisitos mínimos para a avaliação, controle e monitoração dos riscos existentes nas atividades de abate e processamento de carnes e derivados destinados ao consumo humano e a fábricas de produtos não comestíveis, de forma a garantir permanentemente a segurança, a saúde e a qualidade de vida no trabalho, sem prejuízo da observância do disposto nas demais Normas Regulamentadoras.

Cada vez mais a tecnologia está sendo usada na criação de novas máquinas, e no processamento de carnes e derivados não é diferente, sendo assim, os funcionários realizam menos força, no entanto os movimentos são contínuos, o que gera lesões por esforço repetitivo.

Esta NR abrange diversos temas, tais como a organização e ritmo de trabalho, pausas para recuperação e descanso, redução do tempo de exposição, adequação do mobiliário, do ambiente e das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores.

Sempre que o trabalho puder ser executado alternando a posição de pé com a posição sentada, o posto de trabalho deve ser planejado ou adaptado para favorecer a alternância das posições.

Para possibilitar a alternância do trabalho sentado com o trabalho em pé o empregador deve fornecer assentos nos postos de trabalho estacionários, de acordo com as recomendações da Análise Ergonômica do Trabalho - AET, assegurado no mínimo um assento para cada três trabalhadores.

Além do previsto no item 17.3.3 da NR 17 (Ergonomia), os assentos devem possuir sistemas de ajustes de fácil manuseio e serem construídos com material que priorize o conforto térmico, obedecidas as características higiênico-sanitárias legais. Deve ser fornecido apoio para os pés que se adapte ao comprimento das pernas do trabalhador.

Para as atividades que necessitam o uso de pedais e demais comandos acionados com os pés ou outras partes do corpo de forma permanente e repetitiva devem os trabalhadores efetuar alternância com atividades que demandem diferentes exigências físico-motoras.

O empregador deve adotar meios técnicos e organizacionais para reduzir os esforços nas atividades de manuseio de produtos. O manuseio de animais ou produtos não deve propiciar o uso de força muscular excessiva por parte dos trabalhadores.

Os elementos a serem manipulados, tais como caixas, continentes, bandejas, engradados, devem: possuir dispositivos adequados ou formatos para pega segura e confortável; estar livres de quinas ou arestas que possam provocar irritações ou ferimentos; ter dimensões e formato que não provoquem o aumento do esforço físico do trabalhador; ser estáveis.

É importante que o ambiente de trabalho esteja seguro e promova integridade física aos funcionários. Importante também que as condições de trabalho estejam de acordo com as características físicas do funcionário, tais como tamanho, peso e habilidades. Os funcionários não devem levantar peso acima de sua força, como também devem obedecer às normas de Ergonomia nestes casos. Trabalhando em pé ou sentado é preciso manter a postura, realizar pequenas pausas, e usar todos os equipamentos que forem necessários para sua atividade.

A Segurança do Trabalho é o objetivo principal do ISC, sendo assim temos diversos cursos em nossa grade. Promova mais segurança em sua empresa, acesse nosso site e obtenha mais informações.

Como o eSocial impacta na Segurança do Trabalho

O eSocial é uma ferramenta que está sendo implantada pelo Governo Federal com o objetivo de unificar todas as informações referente ao trabalhador (trabalhistas, previdenciárias, tributárias e fiscais). Por...

Mulheres também usam EPI's

Desde antes a Revolução Industrial grande parte dos postos de trabalho eram ocupados por homens. Porém nos últimos anos as mulheres vêm lutando cada vez mais pelo seu espaço. Essa evolução...

Ministério do Trabalho autua quase 20 mil empresas irregulares

As Normas Regulamentadoras foram criadas para garantir a saúde e segurança do trabalhador enquanto na realização de suas atividades. O Ministério do Trabalho por sua vez fiscaliza se tais normas estão sendo...

No RS, grande parte das vítimas de acidentes de trânsito no trabalho são caminhoneiros

Levantamento realizado pelo Ministério da Saúde mostra que no Rio Grande do Sul as maiores vítimas de acidentes de trânsito são caminhoneiros. O que configura acidente de trabalho. Para essa pequisa foram...

Como a obesidade influencia na produtividade

De acordo com o levantamento feito pelo Ministério da Saúde grande parte da população adulta sofre de obesidade. Isso quer dizer que cerca de 90% da mão de obra brasileira é sedentária, 48% convive...

Qual a importância de realizar Audiometria regularmente

Audiometria é um exame que avalia a audição do trabalhador exposto ao ruído no ambiente de trabalho. Diversas funções se encaixam nessa categoria. Por isso é necessário que o exame seja feito...

Trabalhadores temporários devem ter seus direitos garantidos

Final do ano, datas específicas e em algumas ocasiões esporádicas muitas empresas contratam trabalhadores temporários para auxiliar no grande fluxo de clientes. O que grande parte das pessoas não sabe é que...

Trabalhar recebendo gorjetas aumenta o risco de depressão

Diferente do Brasil países como Estados Unidos, Canadá e Inglaterra têm o costume de dar gorjetas na prestação de diversos serviços como manobrista, garçon, motorista, manicure, etc. De acordo com...

Como o trabalho noturno influencia a saúde

Nosso sistema biológico foi programado para estar "ligado" durante o dia e descansar à noite. Devido ao capitalismo, à Revolução Industrial e outros fatores muitas empresas dividiram o dia em turnos....

Como o ambiente de trabalho influencia na saúde do trabalhador

Quando alguns especialistas afirmam que o trabalho é uma segunda família é porque o profissional passa mais tempo trabalhando do que em casa ou fazendo outra atividade. Por isso é tão comum esse ambiente...

Como o bullying afeta o desempenho do trabalhador?

Quem nunca recebeu um apelido quando estava no colégio? Ou mesmo dos familiares? Mas o que era pra ser uma simples brincadeira vem se tornando uma situação cada vez mais preocupante. Muitos trabalhadores sofrem bullying no...

Como o stress diminui a produtividade do trabalhador?

O mercado de trabalho atualmente apresenta diversos desafios como prazos, metas a cumprir, pressão psicológica por resultados, melhor desempenho como profissional, etc. Todo esse cenário acaba gerando stress e consequentemente...

Quais os riscos de trombose para o trabalhador

Trombose é a formação de um coágulo de sangue dentro de algum vaso do corpo humano. Esse problema pode acontecer numa veia "trombose venosa" ou numa artéria "trombose arterial". É uma...

O que são doenças ocupacionais e como preveni-las?

Doenças ocupacionais são aquelas decorrentes do exercício da atividade profissional ou das condições de trabalho. O trabalhador que desenvolve doença ocupacional possui os mesmos direitos de alguém...

Porque o esgotamento é mais comum entre as mulheres?

Desde o princípio da história o homem era considerado provedor enquanto a mulher era responsável pelo cuidado da casa e dos filhos. Muitos anos se passaram e as mulheres apesar de terem conquistado seu lugar no mercado de...

O que é o eSocial Empresas?

Atualmente as empresas registram procedimentos relativos a contratação, demissão, CAT, cursos e diversas outras informações em sistemas distintos. O eSocial apresentado pelo Governo Federal tem como principal...

O que é DDS e porque é importante?

É sabido o quão importante é a cultura de Segurança do Trabalho assim como manter diálogo entre os funcionários a respeito desse assunto. O DDS (Diálogo Diário de Segurança) deve ser...

Qual a importância da sinalização de segurança?

A sinalização de segurança tem como principal objetivo informar e orientar os trabalhadores sobre as áreas de risco, rotas de fuga e demais informações importantes para um ambiente seguro e livre de...

Quais as principais causas de afastamento?

Anualmente milhares de trabalhadores são afastados de suas funções e indenizados pelo INSS. Além dos acidentes de trabalho já conhecidos como quedas, lesões, fraturas e mortes as doenças ocupacionais...

Quais são as regras para trabalho home office?

Entre as diversas mudanças que ocorreram na relação empregador x empregado o trabalho home office tem sido uma das maiores. Ele permite que grande parte das atividades sejam realizadas à distância, ou seja, na...

Realidade virtual na prevenção de acidentes

Treinamentos são uma parte importante quando o assunto é Segurança do Trabalho. Todo empregado ao ser contratado deve participar da integração de acordo com a NR-1 além de treinamentos específicos...

Ministério Público do Trabalho lança campanha contra trabalho infantil

De acordo com o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) pode-se começar a trabalhar legalmente com 16 anos. Porém entre 14 e 16 é possível na condição de menor aprendiz. Segundo a...

NRs: Prevenção de acidente completa 40 anos

Aniversario das NRs No último dia 08 as Normas Regulamentadoras (NRs) completaram 40 anos. Elas são responsáveis por definir as condições necessárias de segurança em cada setor. Por meio delas é possível...

INSS do MS divulga principais causas de afastamentos

INSS De acordo com dados coletados pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) foi possível perceber que grande parte dos afastamentos no Mato Grosso do Sul é decorrente de fraturas. Elas são causadas por lesões que...

Diálogo nas empresas ajuda prevenir diversas doenças

Ambiente de trabalho saudável é aquele que permite ao trabalhador realizar suas atividades de maneira eficiente, sem riscos à sua saúde e num clima de cooperação. De acordo com a OMS...
Nossos Cursos