Treinamento em
Segurança do Trabalho
Blog


Categorias
Nossos Cursos
Estados

NR 35 - Hierarquia do trabalho em altura

13 / Out - - Categoria: NR 35 Trabalho em Altura


Quando se fala em forma de planejar o que será feito e como será feita a análise de risco exigida conta com uma forte orientação através do item 35.4.2, que descreve uma forma de interpretação para o trabalho em altura, atendendo a uma hierarquia de grau de exposição controlada do trabalhador.

O ápice da hierarquia é a possibilidade de se evitar o risco trazendo o trabalho em altura para o chão literalmente, ou seja, ao invés de deslocar um trabalhador para realizar o trabalho na altura este será realizado no nível solo ou a partir do nível do solo, esta é uma ideia que deve ser sempre levada em consideração.

Ao se evitar o trabalho em altura este deixa de existir e pode até vir a ser desconsiderado, este é o nível mais nobre da hierarquia.

O segundo nível ou nível intermediário pede para que o risco de queda seja eliminado, ou seja, o trabalhador não pode atingir locais onde exista o risco de uma queda. Neste nível é possível empregar o EPI através de um sistema de restrição de movimentação, porém, antes disto deve ser avaliado a possibilidade do uso de um EPC (equipamento de proteção coletiva).

Toda esta escolha vai variar em cada situação e itens como local, quantidade de pessoas envolvidas, frequência e tempo de permanência no local onde existe a exposição ao risco, capacitação das pessoas envolvidas, equipamentos adequados, entre outros.

O EPI pode ser utilizado, como citado acima, para eliminar o risco em um sistema de restrição de movimentação. Este sistema ainda é muito pouco difundido no Brasil e exige um bom conhecimento de quem o utiliza. Por ter características de resistência inferiores a de um sistema de retenção de queda, para se evitar uma utilização indevida, por mais que seja um sistema de restrição de movimentação, os equipamentos que compõem o sistema preferencialmente devem ser adequados para reter uma queda.

Por mais que as características de um sistema de restrição de movimentação e de retenção de queda contenham: o cinturão, um elemento de ligação e um dispositivo de ancoragem, que possuem diferenças importantes entre si.

Quer aprender mais sobre trabalho em Altura?
Clique aqui para fazer sua matricula agora mesmo

Conheça outros cursos que o Instituto Santa Catarina oferece as empresas e trabalhadores.

Curso NR 06 - EPIs
Curso CIPA 
Curso NR 20 – Segurança com Inflamáveis
Curso NR 33 – Espaço Confinado
Curso NR 35 – Trabalho em Altura
Curso NR 12 – Maquinas e Equipamentos
Curso de Operador de Caldeiras
Curso de Primeiros Socorros
Curso Básico de Combate a Incêndio
Curso de Operador de Ponte Rolante
Curso de Manuseio de Produtos Químicos
OUTROS...

INSTITUTO SANTA CATARINA
Fone:(47) 3046 0045 / (47) 3046 0145
www.institutosc.com.br
Email: isc@institutosc.com.br
Skype: institutosc

 

Análise de risco e condições impeditivas (NR35)

Analise de Riscos A NR35 apresenta requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, definindo assim, responsabilidades entre empregadores e empregados, bem como promovendo a total segurança dos trabalhadores...

Qual a importância do treinamento no trabalho em altura?

Trabalho em altura Grande parte dos acidentes que ocorrem diariamente envolvem trabalho em altura. Essa atividade por si só é muito perigosa, no entanto se torna ainda mais quando os trabalhadores deixam de usar equipamentos de segurança,...

(NR 35) Trabalho em altura: riscos e prevenção de acidentes

Trabalho em altura Instituto Santa Catarina A NR 35 tem como principal objetivo determinar as condições necessárias para realizar trabalho em altura de forma segura, evitando acidentes e contribuindo para a integridade e saúde dos funcionários. Grande...

Saiba por que a NR35 é tão importante

A importancia da NR 35 Não há um número específico que confirme a quantidade de acidentes de trabalho envolvendo quedas de trabalhadores de diferentes funções. Entretanto, sabe-se que as quedas de alturas são...

NR35 Medidas de segurança para trabalho em altura

Nr 35 Trabalho em altura Trabalho em altura é todo aquele realizado 2 metros acima do piso. Grande parte dos acidentes ocorrem devido a queda de materiais ou pessoas, o que causa lesões e até mortes. Entre os motivos mais comuns desses acidentes...

NR 35 Trabalho em Altura: O que preciso saber?

NR 35 o que devemos saber Trabalho em altura é uma atividade que exige muita atenção e cuidado tanto por parte do empregado quanto empregador. O empregado porque precisa ter os conhecimentos adequados e a empresa porque precisa oferecer...

Medidas de segurança para trabalho em altura

Medidas de seguranca para trabalho em altura Trabalho em altura continua sendo uma das maiores causas de acidentes nas empresas atualmente, sendo assim é uma das atividades que requer maior cuidado, seja no quesito treinamento, uso de equipamentos de segurança, além do uso...

O que é considerado trabalho em altura?

Trabalho em altura - Instituto SC Conheça mais sobre trabalho em altura e a importância de sua norma regulamentadora Os riscos ocupacionais são parte da rotina de diversas áreas e cargos de trabalho. Para garantir sempre a segurança de todos os...

Como funciona o curso NR35?

Como Funciona o Curso de NR 35 A norma regulamentadora NR35 foi elaborada com a finalidade de dispor as medidas básicas de segurança e proteção de trabalhadores que exercem suas funções em altura superior a dois metros que ofereçam...

Quem pode ministrar o curso da norma regulamentadora NR35?

Quem pode ministrar curso de NR 35 Empregadores e trabalhadores sempre apresentam dúvidas sobre quem pode ministrar o curso da NR35. Para aqueles que ainda não têm familiaridade com as normas regulamentadoras, elas formam um conjunto de requisitos...

Quem deve fazer o curso de Supervisor de Trabalho em Altura

NR 35 - Riscos que Podem Ocorrer no Trabalho em Altura

O que é NR 35? A sua importância no mercado de trabalho

NR 35 - Hierarquia do trabalho em altura

NR 35 - Trabalho em Altura

Nossos Cursos