Blog

Gerenciamento de Risco na Segurança do Trabalho: Saiba o que é

10/08/2021 - - Categoria: seguranca-do-trabalho



A segurança dos colaboradores deve ser uma das maiores preocupações de toda a empresa, ainda mais se levarmos em consideração que o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho

Por essa razão, é tão importante ter um programa de gerenciamento de risco no ambiente de trabalho que contribua com a diminuição de riscos e, consequentemente, de acidentes.

Além de promover a saúde e o bem-estar dos colaboradores, esse programa permite que a companhia cumpra as normas de segurança definidas na legislação.

Quer entender mais sobre o assunto e ficar por dentro das mudanças relacionadas às normas regulamentadoras e à implementação da gestão de risco? Acompanhe o artigo!

O que é o gerenciamento de risco na segurança do trabalho?

O programa de gerenciamento de risco (PGR) deve ser adotado pelas empresas para gerenciar os riscos existentes no ambiente de trabalho.

Para isso, prevê a formulação e implementação de técnicas, procedimentos e medidas administrativas para controlar os riscos, sejam eles ambientais, físicos, químicos, biológicos ou ergonômicos.

Esse programa engloba todas as normas regulamentadoras relacionadas à Saúde e Segurança do Trabalho. 

Portanto, trata-se de um conjunto de ações que possibilitam identificar com precisão as ameaças aos trabalhadores e estabelecer diretrizes e requisitos para a gestão de riscos ocupacionais e medidas preventivas de segurança.

 

Leia também: Como Evitar Acidentes de Trabalho: 9 Dicas Fundamentais

Qual a diferença entre PGR e GRO?

O gerenciamento de riscos ocupacionais (GRO) é o conjunto de ações que devem ser tomadas para gerenciar os riscos ocupacionais e prevenir acidentes. Já o PGR possibilita a concretização desse processo.

Qual é o objetivo do PGR?

Seu objetivo é identificar fatores que podem causar danos à saúde e à integridade física do colaborador e, a partir daí, implementar medidas para evitar acidentes com efeitos danosos.

 

Além disso, outra finalidade do PGR é substituir o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) da NR 09.

Quais são as etapas de um gerenciamento de risco?

Para que seja possível aplicá-lo no ambiente de trabalho, é necessário seguir quatro passos:

1. Identificação de perigos e riscos

Perigos são as fontes, situações ou ações que podem causar danos, enquanto riscos são a probabilidade de ocorrência ou exposição. Para identificá-los, observe o ambiente de trabalho, analise o histórico de acidentes e entreviste os colaboradores. 

2. Análise e avaliação dos riscos 

Nesta etapa, você irá estimar os riscos de cada fonte, ação e situação identificada. Você pode utilizar uma matriz de risco e usar como referência padrões estabelecidos na legislação.

3. Eliminação ou controle

Depois, é preciso implementar medidas de controle dos riscos identificados, como:

 

  • isolar fontes de perigo;

  • reduzir exposições de risco por meio de medidas administrativas;

  • substituir produto ou máquina por uma opção mais segura;

  • uso de equipamentos de proteção individual (EPIs).

4. Monitoramento e revisão

Por fim, você precisa garantir que os riscos permaneçam sob controle e que as medidas adotadas sejam realmente eficazes. Para isso, é crucial monitorar resultados periodicamente. 

 

Por meio desse monitoramento, será possível identificar informações para aprimorar ainda mais o programa de gestão de riscos.

O que diz a Norma Regulamentadora sobre o PGR?

A nossa legislação determina que os empregadores são obrigados a gerenciar os riscos ocupacionais e a atualização deve ser anual.

 

Além disso, segundo as novas redações da NR 01 e NR 09, o programa de gerenciamento de riscos (PGR) deve abordar o inventário de riscos. Ou seja, no documento deve constar todas as informações sobre os riscos envolvidos nas atividades da empresa.

 

Segundo as normas, também é necessário apontar os perigos, assim como suas fontes e os riscos potenciais de cada um. 

Qual é a importância de um Programa de Gerenciamento de Risco nas empresas?

Além de ser obrigatório para todas as empresas que desenvolvem atividades de risco,  também é crucial para promover a saúde e integridade física dos colaboradores no ambiente ocupacional.

 

Não cumprir com a legislação pode causar acidentes que colocam em risco a saúde e até mesmo a vida dos colaboradores.
 

Além disso, os ricos são associados a perdas e incertezas. Se não considerá-los, a empresa poderá acabar perdendo a sua competitividade no mercado e prejudicar sua imagem.

Quem deve elaborar o Programa de Gerenciamento de Risco? 

O programa de gerenciamento de risco deve ser elaborado por um profissional habilitado em segurança do trabalho, como um Engenheiro ou Técnico de Segurança do Trabalho.
 

Esse processo deve ser conduzido por todas as empresas, uma vez ao ano. Além disso, também é necessário quando:

  • há a abertura de um novo estabelecimento;

  • ocorrem mudanças no ambientes de trabalho;

  • hpa ocorrência de incidentes ou acidentes;

  • na nova fase de uma obra.

Quem deve elaborar o Programa de Gerenciamento de Risco?

Vantagens de investir em um Programa de Gerenciamento de Risco

A gestão de riscos traz muitos benefícios, tanto para a empresa, como também para os colaboradores. Essa ação contribui para:

 

  • redução de ocorrências de acidentes;

  • redução de custos por meio de indenizações;

  • aumento da competitividade da companhia no mercado;

  • melhora da imagem da empresa;

  • promoção da saúde e bem-estar dos colaboradores;

  • aumento do engajamento e da produtividade dos funcionários.

Como implementar um Programa de Gerenciamento de Risco (PGR)?

Por meio do curso de capacitação do Instituto Santa Catarina, você aprenderá todas as etapas para implementar o PGR e o GRP em sua empresa com eficiência.

 

No decorrer do curso, você será treinado para realizar o levantamento dos perigos, análise,  avaliação e classificação dos riscos, criação do inventário de riscos, além do desenvolvimento do plano de ação.

 

Saiba mais sobre o curso de Gerenciamento de Risco do Instituto Santa Catarina!

Conclusão

Toda empresa que identificar riscos à saúde do colaborador, deve aplicar ações para prevenir acidentes. Afinal, os danos causados ​​podem ser irreparáveis e a prevenção é o melhor caminho.

 

Além disso, se o gerenciamento de riscos for implementado de forma adequada, não apenas previne doenças e acidentes, como também gera benefícios como aumento da produtividade e redução de custos.
 

Em um mercado cada vez mais competitivo, a qualidade da gestão de riscos afeta diretamente a sustentabilidade da empresa.

Primeiras Leis de Proteção ao Trabalho: Como surgiu?

Você conhece a história por trás do surgimento das primeiras leis da proteção ao trabalho? Elas remontam desde o século XIX, época em que muitos trabalhadores eram prejudicados por conta das condições do ambiente de trabalho. Neste...

Outubro Rosa: saiba o papel das empresas na luta contra o câncer de mama

Outubro chegou e com ele, a campanha mundial de conscientização sobre o câncer de mama e sobre a importância do diagnóstico precoce da doença: Outubro Rosa. Criada na década de 90 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure (atualmente a...

Diálogo de Saúde e Segurança: O que é e como aplicar na sua empresa

Você já ouviu falar sobre diálogo de saúde e segurança? Também conhecido como DDS (Diálogo Diário de Segurança), trata-se de um bate-papo com os colaboradores de uma empresa antes do expediente de trabalho. Seu principal objetivo é...

Gerenciamento de Risco na Segurança do Trabalho: Saiba o que é

A segurança dos colaboradores deve ser uma das maiores preocupações de toda a empresa, ainda mais se levarmos em consideração que o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho Por essa razão, é tão importante...

História da Segurança do Trabalho: Saiba como iniciou no Brasil!

Para que você compreenda a importância das leis de segurança no trabalho, também é necessário entender como essas medidas de proteção foram criadas.   Por isso, é tão importante que você conheça a história da segurança do trabalho...

Controle de EPIs: Qual a Importância e Como Fazer o Controle?

Os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) são extremamente necessários para muitos trabalhadores. Vale sempre lembrar que o uso dos itens é, até mesmo, exigido pelo  Ministério do Trabalho. Diante isso, saber como fazer o controle de EPI...

Gases tóxicos: o que são, tipos e como evitar contaminação?

Os gases tóxicos estão presentes em várias atividades industriais e seus efeitos nocivos diariamente colocam em risco a saúde e a vida de diversos trabalhadores. Por isso, tais substâncias merecem atenção especial no setor de medicina e...

Integração em Segurança do Trabalho: para que serve e qual sua importância?

De acordo com a NR 01, é dever de todo empregador informar aos trabalhadores sobre os riscos ocupacionais presentes no ambiente de trabalho, bem como formas de mitigar ou eliminar esses riscos. Nesse sentido, a integração em segurança do...

Acidentes no Trabalho Portuário: o que são, causas, tipos e como evitar?

De acordo com a SNPTA (Secretaria Especial de Portos e Transportes Aquaviários), o Brasil possui 175 instalações portuárias, incluindo portos e terminais marítimos. Tratam-se de estruturas importantes para o país, pois ajudam a movimentar o...

O que é considerado Acidente de Trabalho?

Acidente de Trabalho, de acordo com a lei, é aquele ocorrido durante o serviço prestado à empresa. Seja o indivíduo CLT, estagiário, terceiro ou qualquer outro vínculo empregatício. O acidente é caracterizado após perícia pelo INSS...

Coronavírus: Quais EPIs são importantes durante a pandemia?

As Normas Regulamentadoras são essenciais para determinar os cuidados quando o assunto é Segurança do Trabalho. A NR 6, por exemplo, orienta quanto ao uso de EPIs. O surgimento do Coronavírus exige mais atenção tornando seu uso indispensável...

A importância da pausa durante o trabalho

Fazer pausa durante o trabalho é importante? Há quem defenda conseguir ser mais produtivo trabalhando sem intervalo. Por outro lado, há quem precise de um café entre uma tarefa e outra. Pausas no decorrer do dia são importantes e necessárias...

O que saber sobre Integração em Segurança do Trabalho?

Quando um profissional é contratado recebe diversas informações. É orientado quanto às suas atividades e também sobre o que a empresa espera dele. Além disso, deve participar da Integração de Segurança do Trabalho. Por que isso é...

O que é preciso saber sobre Combate a Incêndios?

Incêndios ocorrem quando há união de três elementos: combustível, comburente e calor. O que fazer para evitar acidentes? O que é importante saber sobre combate a incêndio? Evitá-lo é um dos objetivos do Técnico em Segurança do Trabalho....

O que saber sobre Diálogo Diário de Segurança (DDS)?

É cada vez mais comum ocorrerem acidentes de trabalho. Seja por falta de comunicação, treinamento, negligência, ou mesmo desconhecimento dos riscos. Muitas empresas ainda contratam trabalhadores sem capacitação ou formação na área em que...

O que saber sobre Análise Preliminar de Risco (APR)?

Todo trabalho envolve risco. Em maior ou menor grau toda atividade está sujeita a acidentes. Para reduzir esse número são necessárias algumas medidas de segurança. Uma delas é a Análise Preliminar de Risco (APR). Mas qual sua importância na...

O que é preciso saber sobre Primeiros Socorros?

Acidentes por menores que sejam podem ocorrer a qualquer momento. Uma batida de carro, uma explosão, uma queda, estamos suscetíveis a isso diariamente. O que diferencia tais acidentes é a rapidez com que as vítimas são atendidas. Prestar os...

O que é preciso saber sobre Sinalização de Segurança?

Cada empresa atua de forma distinta. Porém os riscos são comuns no dia a dia exigindo que as organizações adotem medidas visando a integridade física e mental de seus trabalhadores. A Sinalização de Segurança é uma dessas medidas. Seu...

Qual o impacto do absenteísmo no Clima Organizacional?

Faltar ao trabalho é comum na cultura brasileira. Seja por questões pessoais, questões médicas, ou mesmo por descontentamento. Esse último é responsável por grande parte das faltas e atrasos. O Clima Organizacional influencia diretamente o...

Direção Defensiva: como aumentar a segurança no trânsito?

De acordo com pesquisas realizadas em todo o mundo foi constatado que grande parte dos acidentes ocorrem por problemas mecânicos. Ou seja, o condutor não se preocupa com as boas condições do veículo. A Direção Defensiva orienta quanto aos...

Quais EPIs indispensáveis durante a pandemia do COVID-19?

Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) estão ainda mais em alta devido à pandemia do COVID-19. Por isso, é importante saber exatamente quais são os melhores EPIs para evitar o contágio pelo novo coronavírus e como higienizá-los...

Qual a importância do Técnico de Segurança do Trabalho?

O Técnico de Segurança do Trabalho é o profissional responsável por garantir a saúde e a segurança do trabalhador nos mais diferentes setores corporativos. Graças a ele, funcionários possuem um ambiente mais confortável e seguro para...

Como evitar o novo coronavírus no ambiente de trabalho?

Após quase duas semanas de isolamento social alguns estados já cogitam abrir estabelecimentos como bancos, lotéricas, shoppings e academias. Será que o país está preparado? Será que as empresas estão preparadas? Como evitar a propagação do...

Qual a importância da permissão de trabalho - PT

Apesar de a tecnologia ter evoluído ao longo dos anos ainda há muitas funções que oferecem risco ao trabalhador. Ou seja, são passíveis de acidentes. Para evitá-los algumas necessitam de Permissão de Trabalho. O indivíduo só pode iniciar...

Qual a importância da Higiene Ocupacional?

Um dos principais objetivos no ambiente de trabalho é prevenir acidentes. A empresa deve se atentar à situações de risco e propor melhorias de acordo com os desafios encontrados. Higiene Ocupacional é uma dessas medidas. Continue lendo e saiba...

Manual sobre detecção de gases

Na área da segurança do trabalho o Brasil é carente de bibliografia técnica especializada, e em especial com obras didáticas focadas no público leigo. Para oferecer uma pequena contribuição na solução desse problema o autor Luiz...

Como a Segurança do Trabalho pode diminuir o absenteísmo?

Empresas brasileiras enfrentam diariamente um grande desafio: o absenteísmo. Ele é resultado de diversos fatores. Um deles é a Segurança do Trabalho, ou seja, ausência de um ambiente seguro e que valorize o bem-estar do indivíduo. No artigo de...

Por que as empresas precisam de um Técnico em Segurança?

Antes mesmo de iniciar suas atividades o empresário deve ter ciência da importância de seguir as orientações estabelecidas pelas Normas Regulamentadoras. Deve também obedecer o que é determinado pelo Ministério do Trabalho. Conforme a lei as...

Por que investir em Segurança do Trabalho?

Toda empresa busca se destacar no mercado, busca ser lembrada por colaboradores, clientes e público em geral. Um dos aspectos avaliados é a ocorrência de acidentes. Quem gostaria de trabalhar num ambiente insalubre ou perigoso? Descubra porque...

O que é preciso saber sobre Sinalização de Segurança?

A Sinalização de Segurança é um conjunto de estímulos visuais e auditivos que tem como objetivo chamar atenção dos trabalhadores enquanto executam suas atividades. Por meio de placas, símbolos e cores a NR 26 instrui quanto aos procedimentos...

5 motivos para fazer cursos online

Qual a importância do técnico em Segurança do Trabalho

Qual a importância da Higiene Ocupacional?

Qual a importância do Técnico em Segurança do Trabalho

Como a Sinalização de Segurança auxilia na prevenção de acidentes

Como apoiar o Outubro Rosa na sua empresa?

O que é preciso saber sobre Primeiros Socorros?

Como prevenir doenças ocupacionais no ambiente de trabalho

O que é SIPAT e qual sua importância para as empresas?

O que é preciso saber sobre Sinalização de Segurança




Categorias

Nossos Cursos

Estados